Please select your country! -Português -PT Configurações

Configurações

Please select your country!

{{group.Text}}

{{"ifind_go-back" | translate}}

{{group.Text}}

Furação

Furação não rotativa

Furação não rotativa
 

O que é a furação não rotativa?

A furação não rotativa é quando a peça gira e a broca não. Quando usar este método, é extremamente importante garantir que a broca esteja alinhada com a linha de centro da máquina.

Recomendações de alinhamento para furação não rotativa

Reduza o batimento radial da ferramenta ou o TIR (Total Indicator Run out- indicador do batimento radial total) para melhorar o desempenho.

Nota: Uma broca com pastilha intercambiável, como a CoroDrill , forma um pequeno núcleo central que pode ser visto no fundo do furo ou do disco. O tamanho do núcleo deve estar entre 0,05-0,15 mm (0,002-0,006 pol.), caso contrário, ele pode causar a quebra, furos muito grandes e desgaste do corpo da broca. Ao girar a broca, a dimensão do núcleo irá variar em diferentes posições.

Brocas inteiriças de metal duro
 
Brocas com pastilha intercambiável
Brocas com ponta intercambiável

Alinhamento da broca não rotativa

O alinhamento da broca deve ser paralelo ao eixo do fuso, caso contrário, o furo pode ficar muito grande, muito pequeno ou afunilado. A medição pode ser feita com um relógio comparador junto com uma barra de teste.

Broca com quatro planos (brocas com pastilha intercambiável)

Use uma broca com quatro planos uniformemente posicionados ao redor da haste da broca. Faça furos com a bronca montada em cada uma das posições dos quatro planos (0°, 90°, 180°, 270°). A medida do furo indicará a posição da pastilha periférica em relação à linha central da peça que indicará a condição do alinhamento da máquina

Desalinhamento devido à deflexão da torre

A deflexão da torre em um torno CNC pode ser um problema, especialmente quando utilizar brocas maiores e altos avanços, fn, que podem causar uma força alta.

Para testar a estabilidade, faça um furo com uma faixa de avanço pequena e um furo com a faixa de avanço maior e meça os tamanhos dos furos. Se houver uma grande diferença no tamanho do furo, a torre pode ter a tendência à deflexão.

Para minimizar a deflexão da torre

Primeiro, verifique se a alavanca pode ser reduzida montando a ferramenta de uma maneira diferente. Sempre monte a ferramenta o mais próximo possível da torre. A posição B é mais recomendada do que a posição A.

Se isto não for possível, a redução no avanço/rotação (fn) diminuirá a força de avanço. Para manter a mesma produtividade, a velocidade, vc, pode ser aumentada porque não afeta a força de avanço.

Para brocas intercambiáveis, se a deflexão/desalinhamento da torre não puder ser evitada, a broca deverá ser montada com a pastilha periférica, como mostra a figura à esquerda, para evitar o desgaste do corpo da broca.

 
 
Usamos cookies para melhor a experiência de navegação em nosso website. Mais sobre cookies.