-Português -PT Configurações

Configurações

Please select your country!

{{group.Text}}

{{"ifind_go-back" | translate}}

{{group.Text}}

Questão de papel

Por dentro da manufatura 2015-09-16 Susanna Lindgren Karl Andersson

Karlstad, Suécia. Vamos falar de papel. E sobre usinar 1.200 furos para a polpa de celulose percorrer durante o processo de fabricação de papel, um processo repleto de problemas em potencial. É por isso que a Valmet viu com bons olhos a chance de testar uma versão recém-desenvolvida da CoroDrill880™, que apresenta melhorias capazes de resolver os problemas que a empresa enfrentava.

​É difícil não se impressionar com o tamanho da área de produção da unidade da Valmet em Karlstad. As máquinas são enormes, e os desenhos de instrução nos quadros de avisos cobrem vários metros. Quando a montagem da planta estiver completa, a máquina de fabricação de papel terá cerca de 80 metros de comprimento e capacidade potencial diária para mais de 330 toneladas de papel que será utilizado na produção de guardanapos, papel higiênico e lenços. Câmaras não são permitidas na área produtiva, mas o gerente de produção da linha de papeis da Valmet, Thomas N. Jansson, tem o prazer de mostrar aos visitantes os trabalhos em andamento.
"Esta máquina será enviada para os EUA em partes pequenas o suficiente para caberem em containeres de 12 metros", diz ele, apontando para um dos desenhos.

​Um dos componentes-chave da máquina é o banco de tubos, continua Anders Nilsson, apontando para onde ele será montado. Um banco de tubo se assemelha a uma viga oca perfurada e é feito de aço inoxidável duplex. Durante o processo de produção de papel, a pasta de celulose percorre o banco de tubos para ser pulverizada e espalhada em tecidos de secagem. Cerca de 1.200 furos em forma de cone são necessários neste rolo de 5,6 metros.
A broca é tudo. "Você precisa de uma broca precisa, sustentável e produtiva", afirma Örjan Gustavsson, líder de equipe na Valmet. "Os furos requerem tolerâncias precisas uma vez que essa etapa é executada pressionando o material no interior do furo. Qualquer impureza ou variação de diâmetro do furo pode causar problemas."
"Além disso, diz Gustavsson, a superliga resistente ao calor com a qual o banco de tubos é fabricado é um material difícil de usinar. Brocas standard não são suficientemente estáveis e nem sempre mantêm o mesmo diâmetro ao longo do comprimento do furo. Um ângulo de furação de cerca de sete graus torna o processo ainda mais desafiador.

Em resposta a esses problemas, Jesper Ståläng, vendedor de ferramenta de usinagem no fornecedor local Österbergs Industrihandel AB, apresentou várias soluções da Sandvik Coromant, incluindo brocas com comprimentos standard e também feitas sob medida. Embora as variações no comprimento da broca tenham resultado em pequenas melhorias em estabilidade e vida útil, elas não proporcionaram o resultado esperado por Gustavsson.Mas Ståläng não desistiu. "A Valmet é um dos nossos maiores clientes no segmento de ferramentas de usinagem e eu estava ansioso para oferecer uma solução mais confiável", explica. "Quando a Sandvik Coromant veio até mim à procura de clientes para testarem uma nova versão recém-desenvolvida da broca com pastilhas intercambiáveis CoroDrill880™, a Valmet me pareceu a candidata certa." A nova versão da CoroDrill880™, que promete resistência e estabilidade maiores e melhor vida útil do corpo da broca, havia sido testada no laboratório da Sandvik. Agora, o protótipo estava pronto para testes de campo. Gustavsson foi receptivo à ideia, e a nova broca foi utilizada durante um turno de oito horas na Valmet. Não estávamos à procura de outra broca, mas de uma solução confiável que nossos operadores pudessem confiar, e definitivamente vimos uma opção atraente", diz Gustavsson. "O processo é mais estável, o que acelera toda o processo de furação." Gustavsson declara estar ansioso pela continuação do trabalho com a nova CoroDrill880™, e acrescenta: "Nós realmente apreciamos o compromisso e o empenho tanto da Sandvik Coromant quanto de nosso fornecedor local em resolver o nosso problema."

 

 

Usamos cookies para melhor a experiência de navegação em nosso website. Mais sobre cookies.