-Português -PT Configurações

Not signed-in

Configurações

Please select your country!

{{group.Text}}

{{"ifind_go-back" | translate}}

{{group.Text}}

Construindo para um futuro digital

Inovação 2018-02-22 Åsa Backman Samuel Unéus

Depois de um início arrasador como Presidente da Sandvik Coromant em 2017, Nadine Crauwels está assumindo o futuro digital.

Com um pouco mais de sete meses de trabalho, a presidente da Sandvik Coromant, Nadine Crauwels, já comandou o evento do 75º aniversário da empresa, viajou ao redor do mundo para conhecer seus colegas e recebeu um prestigiado prêmio de inovação pelo PrimeTurningTM na EMO, a feira europeia para as indústrias de manufatura. Seu foco para o futuro é garantir que a Sandvik Coromant mantenha sua liderança de mercado na transformação digital.

Quais são as oportunidades que você vê com a digitalização para a indústria de manufatura?
A maior oportunidade é o valor agregado que podemos fornecer aos nossos clientes, desde o projeto e planejamento até a fabricação e análise. Quando se trata de ampliar nossa oferta, ela abre novas oportunidades de negócios para nós. Tradicionalmente, nos concentramos apenas na parte de fabricação. Hoje, podemos encontrar formas de servir nossos clientes ao longo de toda a sua cadeia de valor. Os dados, o software e a tecnologia estão lá. Nosso trabalho é identificar como prover o maior valor de forma rentável tanto para nossos clientes como para nós mesmos. Fazer com que nossos clientes possam encontrar as ferramentas certas, comprá-las e obter suporte de forma mais fácil – sempre que quiserem e no canal que escolherem – é um bom começo.

E os desafios?
O principal desafio é garantir que continuemos a compartilhar o conhecimento de forma centrada no cliente sem encontrá-los pessoalmente na frequência em que estamos acostumados.

Outro desafio é a mudança de competência. A caça pelas melhores mentes em software, análise de dados e digitalização é intensa. No entanto isto também é uma oportunidade, visto que os empregos da indústria estão se tornando interessantes de uma perspectiva digital. Eu acredito sinceramente que a digitalização tem o potencial de mudar a percepção da indústria de escura e suja para inovadora e moderna. Outro desafio é que precisamos carregar nossos clientes conosco. Eles precisam embarcar na digitalização junto conosco. Não importa muito a velocidade que corremos se deixamos nossos clientes para trás. Tem que ser uma jornada conjunta.

​Então, como você aconselha que os clientes comecem sua jornada digital?
A digitalização tem uma tendência a parecer desgastante e difícil de entender. Em vez de se precipitar para absorver, sempre aconselho nossos clientes a tornar a digitalização uma jornada feita passo a passo. Não é sensato iniciar uma transformação total se você não tiver recursos ilimitados. Identifique áreas reais em que a digitalização fornecerá o melhor retorno, e comece por lá.

Como a Sandvik Coromant pode continuar a ser única em um mundo digital?
Continuaremos a investir os recursos de P&D na melhoria contínua das ferramentas. Essa é a nossa base. No entanto, estamos aumentando nossos recursos de P&D quando se trata de métodos, programação e percursos de ferramentas. Esta é uma área onde podemos ser verdadeiramente inovadores. O PrimeTurningTM é um exemplo. Além disso, estamos buscando soluções inovadoras quando se trata de utilização de dados, usabilidade e disponibilidade. Nosso diferencial é encontrado em uma combinação de ferramentas, conhecimento de aplicação, inovação e estreita colaboração com nossos clientes. Isso é muito difícil de copiar, mesmo no mundo digital.

Qual a sua visão de uma indústria digitalizada? Como ela será em 10 anos?
É difícil de prever, mas acho que a maioria das máquinas na maioria das fábricas estarão conectadas, e esses dados estarão sendo capturados de maneiras inteligentes que permitirão menos desperdício e maior eficiência.

​De que forma a digitalização pode contribuir para a sustentabilidade?
A digitalização é essencial para a redução de desperdícios – de material, recursos, estoque, tempo de ciclo e tempo de máquina. A digitalização e a sustentabilidade andam de mãos dadas.

Falando em redução de resíduos, como a Sandvik Coromant adotou a fabricação aditiva?
Sim, a fabricação aditiva é realmente interessante quando se trata de produzir peças complexas de uma maneira eficiente em termos de material. Nós estamos explorando como nossas ferramentas podem ser fabricadas de forma aditiva, e também como podemos atender nossos clientes. A fabricação aditiva é perfeita para projetos complexos e peças com requisitos de peso exigentes. Podemos agregar valor aqui, tanto por meio da competência em fabricação aditiva quando pelo pós processamento necessário para alcançar as superfícies e tolerâncias corretas.

 

 

Reação em cadeia/SiteCollectionImages/stories/Innovation/INN_CarolineFontura_01.jpghttp://coromantadmin.prod.tibp.sandvik.com/pt-pt/mww/pages/ins_chainreaction.aspx0x010100C568DB52D9D0A14D9B2FDCC96666E9F2007948130EC3DB064584E219954237AF3900FFEB28D1E96F42FE90C43C7046D97B7600CC9755DA489DF44286C1B7D9DA345E01Reação em cadeiaA artista da Califórnia Carolina Fontoura Alzaga leva o ditado "o lixo de um homem é o tesouro de outro" a sério, criando lustres sofisticados a partir de peças descartadas de bicicletas. RecyclingInnovationUnited States
Dirija meu carro/SiteCollectionImages/stories/Inspiration/INS_Selfdrivingcar_01.jpghttp://coromantadmin.prod.tibp.sandvik.com/pt-pt/mww/pages/inn_selfdrivingcar.aspx0x010100C568DB52D9D0A14D9B2FDCC96666E9F2007948130EC3DB064584E219954237AF3900FFEB28D1E96F42FE90C43C7046D97B7600CC9755DA489DF44286C1B7D9DA345E01Dirija meu carroA tecnologia que GEorge Hotz aprendeu como um hacker adolescente, agora está usando no carro que dirige sozinho e que ele terminou antes do pacote automotivo. AutomotiveInnovationUnited States
Nós construímos essa cidade/SiteCollectionImages/stories/Inspiration/INS_Songdo_02.jpghttp://coromantadmin.prod.tibp.sandvik.com/pt-pt/mww/pages/ins_songdo.aspx0x010100C568DB52D9D0A14D9B2FDCC96666E9F2007948130EC3DB064584E219954237AF3900FFEB28D1E96F42FE90C43C7046D97B7600CC9755DA489DF44286C1B7D9DA345E01Nós construímos essa cidadeNa Coreia do Sul, uma das mais novas cidades inteligentes do mundo abraçou a conectividade e a sustentabilidade. Como a tecnologia pode ser aplicada para o mundo da fabricação? InnovationKorea (South)
Sementes como lubrificantes/SiteCollectionImages/stories/Innovation/GRUND INN_Rovereto_16.jpghttp://coromantadmin.prod.tibp.sandvik.com/pt-pt/mww/pages/inn_vegetableoil.aspx0x010100C568DB52D9D0A14D9B2FDCC96666E9F2007948130EC3DB064584E219954237AF3900FFEB28D1E96F42FE90C43C7046D97B7600CC9755DA489DF44286C1B7D9DA345E01Sementes como lubrificantesÓleos vegetais ecológicos, com função de lubrificação e refrigeração, tomaram o lugar, de maneira eficiente, dos óleos minerais em fresadoras CNC no centro de P&D Sandvik Coromant em Rovereto, Itália. InnovationItaly

Usamos cookies para melhor a experiência de navegação em nosso website. Mais sobre cookies.